E.S.S. - Emergência, Segurança e Sobrevivência
Simulado de
1 - O oxignio teraputico (mscara oro-nasal) tem como finalidade:
servir de proteo no combate ao fogo
atender passageiros e tripulantes com insuficincia respiratria
proteger tripulantes que estejam em reas com fumaa e/ou gases txicos
atender passageiros que estejam com parada circulatria
2 - Havendo aviso de sabotagem ou bomba a bordo, estando aeronave no solo, ser providenciado o desembarque de todos os paxs, devendo o comissrio recomendar que:
desembarquem o mais rpido possvel
devero levar consigo todos os pertences de mo trazidos a bordo
no fumem com a aeronave no solo
permaneam sentados aguardando novas instrues
3 - Os cintos de segurana para tripulantes abrangem a regio:
abdominal atravs do cinto de inrcia
torcica
dorsal
torcica-abdominal atravs do cinto de inrcia
4 - Em caso de incndio a bordo, havendo fumaa densa na cabine, a melhor maneira de se deslocar rumo a sada de emergncia ser:
arrastando-se com o rosto prximo ao cho
arrastando-se, mantendo erguida a cabea
agachado, protegendo os olhos e as narinas
em p, andando normal e calmamente
5 - Na maioria das aeronaves o equipamento auxiliar de evacuao existente nas janelas de emergncia, tanto na cabine de comando quanto na cabine principal, so os (as):
escadas de corda com madeira
escorregadeiras ou rampas inflveis
cordas ou tiras de escape rpido
coletes salva-vidas
6 - De acordo com o RBHA-121, as aeronaves com capacidades para at 180 passageiros devero possuir a bordo para casos de emergncia, conjuntos de primeiros socorros em nmero de:
2
4
3
1
7 - Quantas cordas de escape rpido existem num BOEING 737?
2
3
4
1
8 - "Coeficiente de evacuao" corresponde ao nmero de pessoas que podem sair:
pelas portas
por uma sada de emergncia operativa em 90 segundos
por uma sada de emergncia em 90 minutos
da aeronave
9 - O CAF deve ser utilizado por:
comissrios, como uso teraputico
pax, como oxignio teraputico
pax, em situao de fogo a bordo
comissrios, como uso em situaes de emergncia
10 - O agente extintor do tipo BCF conhecido na aeronave no sistema:
porttil externo
porttil interno
fixo externo
fixo interno
11 - Um comissrio deve ter em mente trs princpios bsicos para atuar com segurana em caso de fogo a bordo:
vigilncia - extino - preveno
preveno - salvamento - combate
conteno de pnico, salvamento - preveno
preveno - extino - combate
12 - So considerados lquidos volteis e devem ser retirados do pax quando encontrados:
lcool - benzina - ter - acetona
acetona - ter - benzina - leo
acetona - ter - benzina - linhaa
lcool - leo - ter
13 - Na cabine de passageiros, o extintor de gs freon localiza-se:
em estaes de comissrios
acima da pia dos lavatrios
embaixo da pia dos lavatrios
nas galleys
14 - Durante o vo, cheques nos toaletes e monitoramento da cabine de passageiros, devem ser feitos freqentemente, como medida de:
preveno do pnico em emergncia
relaes pblicas
rotina e segurana
observao aos passageiros
15 - De acordo com o RBHA-121, as aeronaves com capacidades para at 180 passageiros, devero possuir a bordo, para casos de emergncia, conjuntos de primeiros socorros em nmero de:
4
1
2
3
16 - No pr-vo, a prioridade do check list dever ser com relao a:
alimentao
condies de limpeza dos toaletes
revistas e jornais
equipamentos de emergncia
17 - As aeronaves, em caso de despressurizao, esto equipadas com:
maletas contendo oxignio porttil
um sistema fixo de oxignio (PSU)
maletas contendo mscaras CAF
um sistema secundrio com mscara full-face
18 - O tempo de uso da CAF ser de:
20 minutos
10 minutos
05 minutos
15 minutos
19 - Ao se utilizar a escorregadeira numa evacuao em terra, o procedimento correto saltar e deslizar:
logo aps o acionamento do cilindro de ar comprimido, responsvel pela inflao da mesma
aps a constatao de inflao total da mesma
com as pernas encolhidas
antes de cessar o rudo de entrada do ar pelos aspiradores do tipo Venturi
20 - Nos toaletes, como sistema preventivo de fogo, existe um dispositivo em seu interior. Indique-o abaixo:
capuz antifumaa
detector de fumaa
aviso luminoso
espelho com iluminao de alarme